jusbrasil.com.br
21 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    FONACE debate relevância dos Centros de Estudos dentro das PGEs

    Durante o encontro, realizado pela primeira vez em Salvador e com a presença de 10 procuradores de estados brasileiros, foram debatidos temas de interesse comum a todas as unidades da Federação.

    Muita coisa boa já aconteceu após a criação do FONACE. A troca de experiências é sensacional. Tivemos contatos com casos de sucesso e boas práticas. É um espaço no qual nos ajudamos mutuamente. Assim o Procurador Chefe do Centro de Estudos do Estado do Rio de Janeiro, Leonardo Mattietto, abriu, na manhã de hoje (14), os trabalhos da 8ª Reunião Técnica do Fórum Nacional dos Centros de Estudos Jurídicos das Procuradorias Gerais dos Estados e do Distrito Federal.

    Leonardo Mattietto, que atualmente é presidente do FONACE, fez um breve histórico da origem do Fórum relatando que o mesmo surgiu da necessidade que os representantes dos Centros de Estudos das PGE's tinham de realizar reuniões mais frequentes e de forma permanente.

    Durante o encontro, realizado pela primeira vez em Salvador e com a presença de 10 procuradores de estados brasileiros, foram debatidos temas de interesse comum a todas as unidades da Federação.

    Na ocasião, o grupo, que costuma se reunir três vezes ao ano, agendou os próximos encontros, ficando um deles marcado para setembro, período em que acontece o Congresso Nacional dos Procuradores, que será realizado na Paraíba. Os procuradores conversaram ainda acerca da possibilidade sugerir à organização do congresso a inclusão de reuniões setoriais entre as PGE's visando um maior diálogo entre as instituições. Ficou acordado ainda o envio de cartas de recomendação aos Procuradores Gerais dos Estados que não possuem Centros de Estudos com o objetivo de motivá-los a implantar a unidade em seus órgãos e a solicitação de um espaço na Reunião do Colégio Nacional de Procuradores para uma apresentação sobre a necessidade e importância dos Centros de Estudos nas Procuradorias.

    Em seguida, a Procuradora Chefe do Centro de Estudos do Estado do Acre apresentou a todos o Mapeamento de Competências da PGE de seu estado, que, segundo ela, representa um divisor de águas na história do órgão. Marize Singui falou sobre a metodologia utilizada para o estudo, o março legal da gestão por competência, o conceito de competência, que de acordo com a procuradora agrega conhecimento, habilidade e atitude, a missão da PGE e, em seguida, mostrou a todos o Modelo de Gestão por Competência criado pela PGE do Acre.

    Dando prosseguimento à pauta da reunião, o representante do Distrito Federal, Felipe Machado, fez uma apresentação acerca do banco de teses desenvolvido pela PGE do DF.

    Confira aqui as fotos do evento:

    http://www.comunicacao.ba.gov.br/fotos/2014/02/14/pge-realiza-8a-reuniao-tecnica-do-forum-nacional-dos-centros-de-estudos-juridicos-das-procuradorias-gerais-dos-estadosedo-distrito-federal

    Fonte: PGE/ASCOM

    Data: 14/02/2014

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)